dívida existencial

http://www.publico.pt/politica/noticia/portugal-precisa-de-uma-alternativa-seria-e-rigorosa-1614226

Mas qual é o grande problema da dívida, mesmo? A dívida não são apenas números num computador? Os grandes problemas económicos são o desemprego e a inflação. Relativamente à inflação a dívida pode aumentá-la, se ela for paga com dinheiro criado pelo banco central (monetização da dívida), em certas circunstâncias (produção perto do máximo a curto prazo?). E desvaloriza a moeda relativamente a estrangeiras. Mas mesmo que a dívida seja enorme, se ela for paga de uma vez com dinheiro criado, e depois o governo correr superavits para controlar a inflação, o efeito será um pico momentâneo de inflação e uma subsequente descida e estabilização. E se estivermos a falar da dívida de uma pequena região de uma zona monetária muito maior, o efeito será menor, podendo ser desconsiderado. Mas na Europa hoje, os seus estados abdicaram da soberania monetária (e da capacidade de apagar dívida) em torno de uma ideia de solidariedade e união, e o problema da dívida entre regiões é elevado a uma responsabilidade moral de cada um pagar o que deve e não gastar mais do que consome. Inclusive por este líder do maior partido de esquerda português. E ao mesmo tempo o desemprego alastra e a economia abranda (e a inflação abaixo do desejado).

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s